• Recentes: LIBOLO DESPEDE-SE DOS ADEPTOS COM TRIUNFO (2-1)
  • Recentes: FAF CONTINUA COM "DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS"
  • Recentes: ANDRÉ MACANGA SERÁ ADJUNTO DE CARAVELA
 

Actualidade em Destaque

 

 

LIBOLO VENCEU 1. JOGO DO PLAY-OFF (97-96)

Jogo de loucos no Dream Space!

PAVILHÃO DREAM SPACE

18MAI2017 - 18h00

1. Jogo da Final do Play-Off

Árbitros: Francisco Tando, Francisco Pacheco e Cláudio Anderson.

CRD LIBOLO(97): Andre Harris(26), Je'kel Foster(2), Joseney Joaquim(0), Bemvindo Quimbamba(3) e Milton Barros(11).

Jogaram ainda: Olímpio Cipriano(3), Roberto Fortes(19), Valdelício Joaquim(10), Jorge Tati(5) e Eduardo Mingas(13).

Treinador: Hugo López

PETRO LUANDA(96): Pedro Bastos(8), Domingos Bonifácio(18), Hermenegildo Mbunga(12), Gerson Gonçalves (11) e Reggie Moore (29).

Outros atletas: Chide Dundão(0), Eriksson Silva(3), Josué Ebondo(2), Teotónio Dó(0), Leonel Paulo(11) e Joaquim Pedro(2).

Treinador: Lazare Adingono

O Recreativo do LIBOLO está na frente desta final do campeonato nacional de basquetebol, ao vencer, esta tarde/noite, o seu adversário de Final, o Petro de Luanda.

Começou muito bem o Petro, chegando, rapidamente aos 9-0, surpreendendo tudo e todos.

Hugo López corrigiu alguns erros defensivos e, ainda no 1. período, o encontro esteve mais equilibrado. No parcial, 18-22.

No segundo período, o Recreativo do LIBOLO esteve francamente mais forte cavalgou, recuperando tudo o que havia perdido no início da partida. Neste parcial, os 31-21, inverteram a tendência do primeiro "quarto". Ao intervalo, 49-43, a nosso favor.

Veio o terceiro período e voltou a turma tricolor a estar melhor, fazendo 23-30 e, como tal, 72-73, deixando para o último período, a decisão sobre quem iria vencer este magnífico encontro.

Grande parte deste jogo, acabou por ser uma espécie de duelo entre norte-americanos: Reggie Moore vs. Andre Harris. Uma soberba exibição destes dois excelentes executantes da bola ao cesto. Moore iria fazer 29 pontos, mas Harris não andou distante, ao marcar 26.

Nos derradeiros segundos, a vitória poderia ter "caído" para qualquer das equipas, mas Bonifácio tentou converter e a bola sobrou para Harris fazer o derradeiro ponto da noite.

Incompreensível foi estarmos mais de 7 minutos para que se jogassem os 1,6 segundos finais... Bastaria que os árbitros se tivessem socorrido das imagens televisivas para decidirem quanto tempo restava de jogo, na última posse de bola do encontro... Lá se decidiram, mas o resultado de 97-96 não haveria de sofrer alteração e, com ele, está alcançada a primeira vitória deste play-off que mostrou um "hino ao basquetebol ".

Bancadas cheias e emoção, que esperamos ver repetidas no próximo sábado, no jogo #2 desta grande final do BIC-BASKET'17!

FORÇA LIBOLO!!!

Enviado do meu iPad

 

 

Subscreva a nossa Newsletter