• Recentes: A APOSTA NA FORMAÇÃO CORRE A BOM RITMO.
  • Recentes: DOIS ERROS NOSSOS ALIADOS AO ANTI-JOGO DO ADVERSÁRIO DITARAM A DERROTA.
  • Recentes: LIBOLO JOGA EM SAURIMO COM O PENSAMENTO NA VITÓRIA
 

Actualidade em Destaque

 

 

VAZ PINTO:

Treinador português insatisfeito com alguma imprensa.

No final do encontro com o Recreativo da Caála, ouvimos Vaz Pinto, o treinador do LIBOLO, que estava, naturalmente, satisfeito.

- Uma importante vitória, neste terreno sempre complicado…
- “Sim. Foi uma vitória muito saborosa! Este é, tradicionalmente, um campo muito difícil para qualquer equipa que aqui se desloca. Também conheço bem esta casa… Não tivemos muito tempo para preparar o jogo, mas a equipa percebeu a importância das bolas paradas e das segundas bolas neste jogo”
Continuando, “os jogadores têm sido incríveis.Inexcedíveis na forma como trabalham, todos os dias."

- Mais moralizada fica a equipa, com este triunfo. Caso vença o Sagrada Esperança, o LIBOLO dá um importante salto na classificação…
- “Sem dúvidas. Eu tenho assistido (eu e os meus jogadores) a algumas opiniões sobre o que é o topo da classificação e temos registado, infelizmente, o facto de quererem tirar-nos do grupo da frente, como se não fossemos candidatos… Ainda falta uma jornada para terminarmos a nossa primeira volta e acho que somos, destacados, o melhor ataque da prova! Mas parece que isso não conta para alguns… Os meus jogadores têm-se esforçado muito por este país, mas não vemos qualquer destaque a esses pormenores”, lamentou.

Sem se deter, “Já repararam quantos pontos faremos se ganharmos o jogo que temos em atraso? Faremos mais pontos do que na época passada…”
“Em função das lesões que temos tido, do calendário internacional, das viagens e do Girabola “apertado”, julgo que estamos a fazer uma época excelente.

- O LIBOLO é candidato ao título?
- “Faltam-nos 16 jogos! Ou seja, falta muito campeonato e não creio que a luta se resuma a 2-3 equipas. Há mais candidatos. Vamos perder pontos, mas iremos também ganhar muitos. Nas Afrotaças, acreditamos que nos vamos classificar para os quartos-de-final e, por tudo o que disse, este lote de jogadores merece uma referência, pela primeira volta que estão a fazer, mas também pela campanha internacional. Eles merecem e mostraram isso aqui!, completou Vaz Pinto.


Vaz Pinto, na primeira pessoa, depois de uma concludente vitória ante o Recreativo da Caála, no Huambo.

FORÇA LIBOLO!!!

 

 

Subscreva a nossa Newsletter