• Recentes: LIBOLO DESPEDE-SE DOS ADEPTOS COM TRIUNFO (2-1)
  • Recentes: FAF CONTINUA COM "DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS"
  • Recentes: ANDRÉ MACANGA SERÁ ADJUNTO DE CARAVELA
 

Actualidade em Destaque

 

 

DIAWARA

Golo apareceu ao minuto 90

DIAWARA FEZ JUSTIÇA NO FINAL DO ENCONTRO (0-1)

ESTÁDIO DOS COQUEIROS

25AGO2017 - 17H

Árbitro: José Álvaro (CD Huíla)

ASA: Magueti; Xavier, Josemar, Bodunha e Ayala; Reginó, Chico (Mabululo), Negra, Anastácio, Yawo (Bena) e Magnusson

Suplentes: Feliciano, Mabululo, Tucho, Minguito, Bena, Rui Faial e Zaipa

Treinador: Paulo Saraiva

LIBOLO: Landu; Nelito, Boka, Celson e Carlitos; Ito, Dário (Higino)e Kayá(Paizinho); Viet (Nandinho) Figo e Diawara

Suplentes: Nilton, Jaime, Chara, Nandinho, Higino, Mariano e Paizinho

Treinador: Vaz Pinto

Uma primeira parte disputada em ritmo forte, mas sem grandes ocasiões de golo.

A primeira oportunidade clara para marcar surgiu penas aos 25', quando Carlitos tentou desfeitear o guardião "aviador", mas Bodunha acabou, com um "carrinho" perfeito, por desviar a trajectória do esférico.

Em tudo o mais, o LIBOLO foi demonstrando mais interligação entre os sectores, com o ASA sempre na expectativa, como que deixando correr o tempo.

Figo, o último reforço do Recreativo, acabou por ser dos mais inconformados, tentando, através de iniciativas individuais, levar a bola com perigo para a área do ASA.

No minuto 41', Anastácio cruzou e, na passada, apenas com Landu pela frente, Ayala desperdiçou a melhor ocasião do ASA neste primeiro tempo, rematando muito por cima da barra da baliza do LIBOLO.

Até ao intervalo, nada de mais, pelo que era ajustado o nulo no marcador.

No início do segundo tempo, Mabululo entrou para o lugar de Chico, tentando o ASA reforçar o seu ataque.

Boa entrada do Recreativo, na segunda metade. Aos 48', Diawara assistiu Figo na perfeição, mas o extremo não foi capaz de bater o keeper Magueti.

Volvidos apenas 2 minutos, o mesmo Figo desferiu um forte remate na diagonal, mas, uma vez mais, Magueti opôs-se com valentia e evitou o golo do Recreativo, que, nesta altura, mandava no encontro.

Ao minuto 55, Figo, no mesmo lance, falhou o golo por 2 vezes: primeiro, atirou ao poste e, na recarga, rematou por cima.

Logo a seguir, Diawara fez a melhor jogada do encontro, acabando por encontrar Magueti no caminho do golo.

Só dava LIBOLO... 60'.

Figo voltou a não mostrar eficácia, desperdiçando, em pouco mais de 15 minutos, a sua 5.(!!!) ocasião de golo...

Passado um primeiro quarto-de-hora de grande pressão Libolista, a equipa da casa mostrou que também queria chegar ao golo e, Ayala quis imitar Figo, atirando ao poste da baliza de Landu.

Aos 65', Vaz Pinto retirou Dário e Viet, fazendo entrar Higino e Nandinho, respectivamente.

Por seu lado, o ASA fez entrar Zaipa, saindo o desinspirado Ayala.

A quinze minutos do final, Vaz Pinto jogou a sua cartada final, retirando Kaya e colocando Paizinho.

Paizinho, ainda a frio, falhou na cara do guarda-redes do ASA.

Depois de cerca de 10(!!!) oportunidades de golo desperdiçadas, foi em cima do minuto final que Diawara, num excelente golpe de cabeça, veio trazer justiça aos Coqueiros, fazendo o único golo do encontro.

Seria, depois de uma grande segunda parte, uma injustiça, que o nulo se mantivesse, pois a produção ofensiva foi grande e só o desacerto de Figo (excelente a jogar, mas infeliz na concretização), do próprio Diawara e, por último, de Paizinho, impediram que o triunfo fosse garantido mais cedo.

Mas valeu a vitória, tardia, mas valiosa e importante para animar "as tropas" de Calulo, que andavam arredios das vítórias há algumas jornadas.

Belas exibições de Figo, pese o facto da sua finalização desacertada (mas pelo que jogou e criou) e, do lado do ASA, o guarda-redes Magueti.

 

 

Subscreva a nossa Newsletter