CRD Libolo - Site Oficial
  • Recentes: Sérgio Boris Rodrigues Branco é o novo treinador
  • Recentes: A PREPARAÇÃO DOS DOIS ÚLTIMOS JOGOS DO CAMPEONATO COMEÇA AMANHÃ.
  • Recentes: ACREDITAR ATÉ AO FIM E NUNCA DESISTIR.
 

Actualidade em Destaque

 

 

BOA EXIBIÇÃO DA NOSSA EQUIPA, FALTOU APENAS O GOLO

O ADVERSÁRIO VEIO DE LUANDA

Ontem a nossa equipa recebeu e empatou a zero golo, diante do 1º de Agosto, partida referente a 8ªjornada do Girabola Zap2018.
Num jogo em que de ponto de vista colectivo a nossa equipa terá realizado a melhor exibição desta temporada (até ao momento).
Tendo em conta à irreverência de certos jogadores do adversário, a nossa equipa entrou com a missão bem estudada, a retirando as linhas de passe ao 1º de Agosto, impossibilitando a transição ofensiva que tem sido habitual ao bicampeão.
O primeiro sinal iminente de golo pertenceu ao Libolo, quando aos 27 minutos, Hervé Ndonga foi derrubado pelo Neblu (guarda-redes do 1º de Agosto), mas que o árbitro não assinalou o castigo máximo que favorecia ao Recreativo do Libolo.
Aos 33 minutos, Mongo isola Geraldo, este amortece a bola com peito, remata e faz o nosso guarda-redes Wilson a brilhar com uma bela defesa;
Aos 52 minutos, Rasaq (avançado do 1º de agosto) rematou e mais uma vez Wilson disse não ao golo;
Aos 54 minutos, Jacques marca, mas em posição irregular e o árbitro de forma justa, anulou o golo;
Aos 55 minutos, o nosso atleta Hervé Ndonga, com o guarda-redes Neblu já batido, cabeceia, mas a trave da baliza impede o golo libolense,
Aos 56 minutos, Jaime, um dos nossos defesas centrais, rasgou todo o corredor defensivo do 1º de Agosto, a entrada da grande área do 1º de Agosto, cruza, mas Bobó (o defesa central do 1º de Agosto) usa ilegalmente as mãos e impede a trajectória da bola, penálti claro e limpo, porém, o árbitro José Sebastião Maxia e o 1º assistente Cláudio Vunge decidiram mais uma vez não assinalar uma grande penalidade contra o 1º de Agosto.

Para além dos penáltis a nosso favor que a equipa de arbitragem não quis assinalar, ainda amarelou e intimidou por diversas vezes os nossos jogadores, demonstrando claramente uma certa tendência de prejudicar a nossa equipa e ao espetáculo, porém, os nossos jogadores foram autênticos guerreiros e aguentaram até ao fim.

O espírito colectivo foi bastante notório no seio dos nossos jogadores ao longo do jogo, mas há que destacar também de ponto de vista individual:

Wilson: Estava muito certo na baliza, defendeu tudo e transmitiu muita confiança à equipa;
Nelito e Lopes: Cumpriram bem as suas funções;
Jaime: Não comprometeu, defendeu bem e até ao minuto 56 deu uma ajudinha ao nosso sector ofensivo;
Barrezó: Esteve muito certo, antecipou muitas vezes às intenções dos avançados do 1º de Agosto, dono de uma elasticidade acima da média, nem mesmo o cartão amarelo admoestado aos 31 minutos o impediu de exercer bem o seu trabalho;
Dié: Bom recuperador de bolas, muito corajoso e sem medo de arriscar;
Sidnei: O grande capitão da equipa, não sabe jogar mal, é dos seus pés que saem as grandes jogadas. Exemplo de liderança em campo;
Ayala: Durante os 68 minutos que esteve em campo, fez bom trabalho, tanto de ponto de vista táctico como técnico;
Viet: Muito irreverente, tem sido uma mais-valia no jogo exterior da nossa equipa, faz bem as diagonais exteriores e interiores, precisa apenas definir melhor as jogadas para ser um jogador completo;
Hervé Ndonga: Durante os 83 minutos que esteve em campo, fez um bom trabalho, fechou bem as linhas de passe, por duas vezes chegou à zona de finalização, embora não tenha sido feliz, mas é um jogador que pode dar uma grande ajuda à equipa;
Paizinho: A nossa unidade mais avançada, ainda não se reencontrou com os golos que é o seu forte, mas cumpriu bem as funções tácticas da equipa, precisa apenas acreditar mais em si e ganhar confiança;

Kaya: Durante os 22 minutos que esteve ao jogo, não comprometeu, é uma unidade importante para a nossa equipa;
Norberto: Entrou apenas nos últimos 7 minutos, mas não comprometeu;
Belito: Um dos mais jovens e veloz da equipa, entrou aos 82 minutos, deu alguma velocidade ao nosso jogo, precisa apenas aproveitar mais o seu potencial, a fim de ajudar mais a equipa;
Valter Manaia, Mariano, Atunako e Celson Barros: Embora não tivessem entrado, mas no banco de reservas transmitiam sempre energia positiva para o grupo, dando sinal claro de que há união do seio do nosso combinado.

FORÇCA LIBOLO!!!

 

 

Subscreva a nossa Newsletter