• Recentes: A APOSTA NA FORMAÇÃO CORRE A BOM RITMO.
  • Recentes: DOIS ERROS NOSSOS ALIADOS AO ANTI-JOGO DO ADVERSÁRIO DITARAM A DERROTA.
  • Recentes: LIBOLO JOGA EM SAURIMO COM O PENSAMENTO NA VITÓRIA
 

Actualidade em Destaque

 

 

LEONEL CASIMIRO É O NOVO PRESIDENTE DO CLUBE RECREATIVO E DESPORTIVO DO LIBOLO PARA OS PRÓXIMOS 3 ANOS.

A ELEIÇÃO DO NOVO PRESIDENTE ACONTECEU ONTEM (6 DE MAIO).

LEONEL CASIMIRO É O NOVO PRESIDENTE DO CLUBE RECREATIVO E DESPORTIVO DO LIBOLO PARA OS PRÓXIMOS 3 ANOS.

O Clube Recreativo e Desportivo do Libolo realizou no dia 6 de Maio do corrente ano, no anfiteatro do Estádio de Calulo, a sua assembleia geral de sócios, na qual elegeu Leonel Casimiro ao cargo de Presidente de Direcção. Foram igualmente eleitos 3 vice-presidentes, sendo Augusto Correia para Área Desportiva, Orlando Carneiro para a Área Internacional e Uranello Magalhães para a Área de Estratégia e Gestão.
A lista única do candidato Leonel Casimiro que até então exercia a função de coordenador da Comissão de gestão, após saída de Rui Campos, no ano passado, devido à sua eleição ao Comité Executivo da CAF, venceu por unanimidade.
Quanto aos vice-presidentes, adianta frisar que foram também eleitos de forma unânime.
Reagindo à imprensa, após a eleição, Leonel Casimiro, disse: “Vamos ter um Libolo dinâmico e competitivo. É importante que tenhamos consciência de que o Libolo este ano não luta para o título, porque sofreu uma grande sangria a nível dos seus jogadores principais, nós estamos preocupados com esta situação, no entanto, para os próximos anos vamos ter um Libolo igual àquele que habituo aos seus adeptos.
Adianta realçar que, embora não estejamos a lutar para o título devido aos motivos acima referidos, temo como objetivo mínimo o 3ºlugar este ano, 2ºno próximo e a partir de 2020 voltar a lutar para o título."
A seguir apresentamos o resumo das principais linhas orientadoras do programa Aprovado:

Principais Objectivos

Esta nova Direcção pretende implementar um nova dinâmica que assentará no pressuposto de que o “Futuro começa hoje”, tendo como base de actuação os seguintes fundamentos:

• Projectar Homens válidos para a Sociedade;
• Aposta na formação para Potenciar talentos nacionais para a equipa principal do CRDL;
• Criar fontes alternativas de receitas;
• Envolver o CRDL e a sua massa associativa;
• Ter resultados Desportivos positivos de forma sustentada.



Principais Linhas Orientadoras ao nível da Gestão


Os próximos 3 anos de mandato visam dotar o CDRL de infra-estruturas e capital humano com capacidade de gerar a médio e longo prazo resultados económicos e desportivos sustentáveis assentes nas melhores prácticas de gestão desportiva, financeira e humana, por forma a tornar estas metas exequíveis, definimos as seguintes linhas orientadoras ao nível da Gestão:

• Clarificar e reforçar o papel das diferentes direcções;
• Consolidar regras, procedimentos e políticas de Gestão;
• Apostar na formação dos nossos recursos;
• Definição e implementação de políticas de Gestão das Pessoas claras e percebidas por todos, para que se tornem exequíveis no terreno e respeitem os valores culturais;
• A definição e implementação de processos de gestão simples, programáveis e autocontroláveis;
• Criação de condições de comunicação recíproca onde se possa comunicar melhor, de forma mais intensiva e objectiva;
• Reforço do sentido de pertença das Pessoas para com as Instituições, desenvolvendo o sentido de lealdade para com o clube.


Auto-sustentabilidade

Pretende-se que no final dos 3 anos a actual dependência exclusiva de patrocínios, seja colmatada com um encaixe de receitas diversas na ordem dos 12% do orçamento geral do clube, onde destacamos:
• O pagamento das cotas de forma regular;
• Venda dos bilhetes;
• Venda do merchandising do clube;
• Implementação de um restaurante.


Equipa Profissional

Face ao actual contexto de profunda remodelação de todo o sistema de trabalho e estrutura e tendo em conta os inúmeros jogadores que saíram na última época bem como o reduzido orçamento face aos anos anteriores, propomos construir uma equipa que nos dois primeiros anos não lutara em teoria para ser campeão, sendo que após esses dois anos e com a estrutura devidamente sedimentada, vamos lutar pelo título e pelas competições africanas.
• 2018: 3º LUGAR;
• 2019: 2ºLUGAR;
• A PARTIR DE 2020 LUTAR PELOS TITULOS NACIONAIS.

As classificações acima mencionadas baseiam-se no pressuposto de construção de um projecto estruturante e profissional onde independentemente de quem lidera a estrutura, os objectivos e a forma de trabalhar devem manter-se tendo em conta o superior interesse do clube e a identidade do Clube Recreativo e Desportivo do Libolo.


Formação – Principais Objectivos

No geral espera-se um duplo benefício com a implementação das escolas:

• Projectar Homens válidos para a Sociedade;

A escola será sempre a nossa prioridade, estamos convencidos que através da prática desportiva podemos ajudar as crianças a melhorar o seu desempenho escolar.
Através de reuniões periódicas com as Escolas e com os pais, vamos ajudar no crescimento humano das nossas crianças, proporcionando-lhes um acompanhamento e aconselhamento para gerar reacções positivas enquanto seres humanos.
Definiremos uma estratégia envolvendo a escola e os Pais das crianças, onde através da integração da vertente Família, Escola e Desporto, consigamos criar condições ao aparecimento dos futuros líderes de Angola.





Potenciar talentos para a equipa principal do CRDL.


Entre o momento em que o potencial atlético e desportivo do atleta é reconhecido e o momento em que este se concretiza (ou não), decorre um longo período que coincide com uma sucessão de transformações mais intensas do crescimento. Ao longo deste período – que se afigura uma “caixa negra” – temos, por um lado todo o contexto social e de treino essencial à revelação de um potencial inato e por outro lado, os processos inerentes à maturação biológica que introduzem um elevado grau de indeterminação na estabilidade dessa previsão.
Assim sendo o CRDL ira através dos treinadores acompanhar a evolução das crianças no que concerne ao desempenho enquanto jogadores, com o objectivo claro de ajuda-los a representar a equipa principal de futebol.

A formação do CDRL será formada por sobre três perspectivas:
Escolas Comunitárias, um conceito que visa levar o CRDL ao encontro das comunidades, implementando escolas nos bairros, sob a supervisão do clube;
Scouting, procura activa de talentos a nível nacional;
Academia Libolo, será a nossa base e trampolim para a obtenção de massa critica que ira permitir alcançar os objectivos traçados.


Novas Modalidades:

Por forma a criar novas dinâmicas e potenciar a marca Libolo, a nova direcção pretende implementar um conjunto de novas modalidades com grande tradição no nosso País. A implementação das novas modalidades deverá obedecer a uma análise criteriosa tendo em conta o condicionamento financeiro do clube deverá ser implementada de forma gradual durante os próximos 4 anos, começando ao nível da formação, assim sendo propomos:


• Andebol Feminino;
• Atletismo;
• Karaté;
• Xadrez.



Estádio

Ao nível do estádio pretendemos implementar um conjunto de acções que têm como objectivo dar maior conforto aos nossos associados e trazer mais pessoas aos jogos, gerando assim um aumento no número de receitas.

• Construção de uma cobertura na bancada principal;
• Construção de bancadas na zona em que actualmente os adeptos ficam de pé e não pagam bilhete;
• Construção de uma bilheteira no estádio;
• Construção de um restaurante com zona de boxes para assistirem os jogos. Este restaurante será construído na parte superior da zona que actualmente serve de bancada para as crianças;
• Aproveitamento da construção do restaurante para instalar uma cobertura na bancada das crianças;
• Construção do Centro de formação, que deverá ser complementado com a construção de 15 Suites para albergar os jovens jogadores em regime de semi-internato.


EU SOU LIBOLO!
NÓS SOMOS LIBOLO!
FORÇA LIBOLO!!!

 

 

Subscreva a nossa Newsletter